7.05.2012

Penas escritas
























a caneta quebrou
não há pena que me console

a tinta derrama
não é o papel que a escolhe

nada me importa mais
que a veemência do silêncio

a palavra embirra
por ser mais forte sai.

1 comentário:

disse...

a palavra é samurai. a palavra vence tudo e todos, sempre sai.