5.22.2012

Doces de beijar



by S A Mosaic, London






















Lábios doces de beijar,
procuro o prazer nos teus
e nunca fico satisfeito,
tais caprichos merecem preceito
para que saciem os meus,
desejosos que estão dos teus
para por fim ao segredo...
oh, e arder como quem ama.


Lábios doces de beijar,
que outros que não os teus
em profundos silêncios guardados
quando tocam os meus,
sempre impacientes e recobrados
quando encontram os teus
em furtivos gracejos demorados,
oh tão sofredores que são.


E quando enfim com valentia
roubo uma dúzia de beijos,
cerram de volúpia os desejos
e dos suspiros faço canção,
de cores rubras na face
perco-me na carne dos teus,
lábios doces que beijo...
oh como enlouquecem os meus.

Sem comentários: