4.26.2011

Fácil





















Fácil é escrever
Se fazê-lo é sem sentido,
Para um escriba ou para mim.

É fácil sonhar
Como é arrepender-se
Ao fazer de cada qual o que não é.


É fácil ser a imitação
De um fogo que não arde,
Magoando sem fazer sofrer.

Difícil é pensar-se idealista
Sem tentar louvar outra dor
Por estranhos sentimentos
Que nunca definem o amor.

Difícil é ser-se honesto
Mesmo rumando à destruição,
Que ser cego é navegar o abismo
E enganar-se de encontro ao coração.


É fácil chorar,
O alívio que traz nunca é salvação.
Chorar será sempre em vão!

É fácil ser um santo,
Mas já ninguém rezará por nós
E só vivemos bem quando não vivemos sós.

Difícil é aceitar o que é real,
A mão fria que nos aquece
E que nunca se envaidece
Pela falta de desdém.

Difícil é reconhecer
Que quem nos quer bem
Implora desejos e reclama atenção
Sem pedir realmente nada em troca.


Fácil é ser-se sempre difícil
Enfrentando qualquer argumento táctil
Como uma brutal derrota que nos dispõe
Sobre estados inebriados e febris.

Fácil é roubar
Dos sonhos as tristezas
E fazer delas as alegrias em flor
Que entretêm novas estações.

Difícil é fazer-se comprometido
E não ser esse o objectivo
Por faltarem as aspirações
Que dispensem razões.


Fácil é ser compreendido
Quando o que se diz é sincero
Mesmo vestindo roupas de mendigo
Ou outras que te fazem peregrino.

Difícil é pintar aguarelas
A lápis com tons de carvão
Impossível senhor de nada
Que faz juízos da sua intuição.

Difícil é insistir num sim
Se a medo te respondem talvez,
Quando sem receio esperas um não
E o que vem não chega para inspiração.


Fácil é sofrer,
Difícil é quando não vês
Que fazes do precipício um vício.

Assim inventaram a escrita
Que solta o grito em surdina
Para dar o dito por não dito
Deste incêndio circunscrito.



1 comentário:

RaparigaDaBanheira disse...

gostei muito deste! sinto que neste poema, mais que nos outros, as palavras fluem com inspiração. as sílabas sucedem-se com melodia e respiração. há espaço para sentir assim como compreender. isso é muito importante! que flua. e que diga assim, desta forma harmoniosa o que anseias por soltar. *