3.13.2011

«Por favor, não me analise» - Mirthes Mathias























Por favor, não me analise
Não fique procurando cada ponto fraco meu.
Se ninguém resiste a uma análise profunda,
Quanto mais eu…
Ciumento, exigente, inseguro, carente
Todo cheio de marcas que a vida deixou
Vejo em cada grito de exigência
Um pedido de carência, um pedido de amor.

Amor é síntese
É uma integração de dados
Não há que tirar nem pôr
Não me corte em fatias
Ninguém consegue abraçar um pedaço
Me envolva todo em seus braços
E eu serei perfeita, amor!


Mirthes Mathias, in Bom dia amor! (Juerp, 1990)
Mario Quintana

4 comentários:

disse...

tão bonito*

Anónimo disse...

Não é do Mário Quintana é da Mirthes Mathias do livro "Bom dia amor!", 1990

Yvette

João Afonso Adamastor disse...

Yvette,

Muito obrigado pela informação, mais tarde terei o cuidado de rever o 'post'... contudo esta composição tem sido extensamente referenciada como da autoria de Mário Quintana e eu apenas fui na maré. Será certamente um bom livro para ter em mãos :)

João Afonso Adamastor disse...

http://emiliopacheco.blogspot.com/2006/07/os-falsos-quintanas.html