5.20.2010

Sem se ver (fogo que arde)



"Chama" chama-me...
Vem me aquecer
Que não é frio o que sinto
É sede de verdade
E não minto
Vem me ver.
Não é uma dúvida
Não é um sacrilégio
Vem simplesmente
Vem…
Para me escutares
Para me queimares
Vem…
Com o teu fogo
Com o teu calor,
Vem…
Para só depois
Se sarar assim esta dor.


[2004]

Sem comentários: