5.24.2010

Fenómeno Criativo

















"Fever", Jacek Yerka



Procuro uma separação existente
Entre o sujeito e o seu ambiente,
Um espaço onde possa
Criar e inventar
Numa irracionalidade divergente.

Preso na minha ilusão
Agora observo tais cerimonias
Sob a luz de um externo olhar,
Onde me deparo
Com uma estética distinta
Da concreta lógica inicial.

Seguirei o mesmo caminho,
Serei o mesmo viajante
E verei o que nunca vi
Se assim não me desviar
Num tempo mais distante.

Construo outro tempo
Desconstruindo pensamentos.
Por mais que me consiga fingir
Perpetuarei a mesma visão,
Os mesmos deslumbramentos.

Assim abdico
Do que não é meu,
Daquilo que nunca fui,
Um fantasma de mim próprio.
Assim, crio novas formas
Com os mesmos traços
Em que me perdi…
O fenómeno criativo
De tudo aquilo que não vivi.


[2007]

Sem comentários: