2.02.2010

A uma ilusão



Uma ilusão praticável
no excesso de preparação,
os modos e gestos
com que invoca
por tamanha delicada
avidez e atenção.

Poderia ser imperfeita
que desse modo, consciente
não me desvincularia
de todo e qualquer
parecer favorável,
sem nunca por em causa
a sua aparência real
complexamente adorável.

Poderia mesmo ser perfeita
mas duvido da sensação
artificial, não concreta
onde qualquer percepção
orienta à ilusão.


Sem comentários: