2.16.2010

Os meus problemas


















São versos,
entre rimas
e lamentos.

São palavras,
meros pensamentos
em estrofes de fingimento.

São poemas,
outros deslumbramentos,
grandes exercícios de esquecimento.



2 comentários:

pequena disse...

Sem verve para produzir qualquer escrito que fosse no meu pobre,porém querido blog.. cliquei em "próximo blog" e vim parar aqui.Coincidência ou não..um poema sobre problemas talvez fosse exatemente o que procurava(e precisava) no dia de hoje. Obrigada pelo seu poema.

Penso que muitos problemas são apenas produtos próprios.

Bia Rhaddour disse...

Como és capaz de em um só poema, deixar sem palavras essa que vive à usá-las?