7.22.2009

Eva Mitocondrial


Diz-se que somos seus filhos,

De seu nome Eva, ela é a nossa mãe…

Pensa-se mulher de Adão

Mas desconhece-se o motivo, sendo ela a primordial,

Se por um conflito natural também seria a sua mãe.


Sabemos que Eva existiu, Adão provavelmente não…

Faltam dados que realmente provem que é o verdadeiro pai,

Fenómeno que se decompõe sem aparente explicação.

Eva é a mãe primordial, Adão será somente especulação?


Sendo ela a original,

Também crescida e criada no monte Citerão,

Onde, como Édipo presenciou ou como assim conta a tradição,

Viu crescer a árvore da ciência onde o fruto proibido

Não é apenas mais do que um complexo mal resolvido

Que axialmente nos atormenta e sem razão.


Do medo e do vazio que ocupou a nossa emancipação,

Ela imortaliza a sua verdadeira essência

Fora do microcosmo das forças da criação...

Eva perpetua-se em cada um de nós,

Adão penso eu que não ou, se estóico me engano,

Dificilmente eterniza assim a sua divina condição.


Se Eva é a primeira mãe, será filha de quem?

E Adão, será o seu filho, o pai ou o irmão?!

Dúvidas que obliteram-me com apreensão…

Pois também ele comeu o fruto

Que nos priva a perspectiva de uma vida infindável,

A minha mais absurda, perfeita e pura realização.


Talvez devemos-lhes a humanidade

E Eva habitará sempre a nossa concepção,

Assim como os conceitos de transgressão herdados

Por uma constante inata aflição de culpa

Face a uma curiosa existência condenada à morte.


1 comentário:

Leto of the Crows disse...

Eva mitocondrial... Muito bem xD