7.06.2009

Atenções Reflectivas

[Atenções Reflectivas - Reflexões sobre versos reflectidos]


As palavras do momento

Não são apenas reflexões

Nem reflexos intransitivos

De próprias experimentações

São vertigens aterradoras

Sem concreta racionalidade

Onde se ocultam visões

Ausentes de idoneidade.


As palavras que proponho

São apenas superstições

Paradigmas deduzidos

De dissimuladas aflições

Que não me infligem temor

Enquanto procuro despertar

Em mim a única dor

Que tão nobremente me perturba

Quando consinto preservar

Nesta propensão profana

Galanteios à dissensão dos dias.


____________________________________________________________


"For poems are not,

as people think, simply emotions

(one has emotions early enough)

-- they are experiences."


'The notebooks of Malte Laurids Brigge'

R.M. Rilke, 1910


1 comentário:

Leto of the Crows disse...

As palavras sem razão concreta são, por vezes, as mais acertadas.

Abraços!