6.16.2009

Consciência


Tratas mal do teu corpo,

Fazes do quarto a sala

E da rua a cama.

Só dormes, não descansas

Retendo desatento as lembranças,

Como não soubesses quem és…

Esperas por quem te acorde

Mas ninguém sabe o teu nome,

Quando todos te chamam

E simplesmente não respondes.

3 comentários:

xumé disse...

Este está especial... =)

Joli disse...

Adorei ^^ Está tão pequenino, simples e bonito.

Leto of the Crows disse...

A consciência tem múltiplas facetas. Algumas delas podem até confundir-se com a pura inconsciência. Mas quem saberá onde acaba uma e começa a outra?

Lindo ^^