4.01.2009

À Luz do Momento

No espaço cinzento
Que hoje cobre
O reino dos homens
Cai sobre mim
Uma forte luz, que não vejo
Se me é possível acreditar
Nas cores triunfantes
Da perfeita imaginação.
Debaixo do sol
Existe sempre sombra
Se algo fielmente
Nos suporta a consciência.
Aves divagam pelos céus,
Como eu em palavras,
Sinto a sua espontaneidade
À luz de cada momento.

Sem comentários: